Pride

Vereador evangélico distribui cartilha com conteúdo transfóbico em Uberaba, MG



.
O vereador Samuel Pereira (PR-MG) distribuiu nas escolas de Uberaba, em Minas Gerais, uma cartilha com conteúdo considerado transfóbico. O texto foi aprovado na Câmara Municipal e fala sobre “ideologia de gênero” (sic).

+ Aumenta número de estudantes trans que usam nome social nas escolas de SP


Com o título “Ideologia de gênero – entenda o risco que você e seus filhos estavam correndo”, ele fala sobre a proibição das discussões sobre gênero nas escolas, aprovada por emenda à Lei Orgânica do Município. E tenta convencer pais e alunos de que “existem organizações muito ocupadas querendo destruir nossa família” por conta da modernidade.

Um dos trechos diz que “como não estão conseguindo mudar a cabeça da população, inventaram novos recursos para nos sabotarem. O mais disfarçado e perigoso é a ideologia de gênero”. Em outro mostra uma senhora dizendo “Isso é absurdo” para a ideia de que ninguém nasce homem ou mulher, mas torna-se.

A cartilha divide opiniões. Enquanto o presidente do Conselho de Pastores de Uberaba, Carlos Wilton declarou ser uma vitória da família. A educadora e mestre em educação Larissa Martins diz que o material vai “contra os direitos humanos e a diversidade de sexo e gênero”. Enquanto a igreja católica apoiou a iniciativa, entidades ligadas aos trabalhadores na educação foram contra.

Na verdade, a cartilha visa impedir que travestis, mulheres transexuais e homens trans sejam respeitados em sua individualidade e identidade de gênero - bem como o nome social, uso de banheiro, e lista de chamada. E que a ausência de debate sobre gênero nas escolas e que opressões como o machismo, a homofobia e a transfobia se perpetuem. 

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.