Realidade

Eduardo Cunha renuncia a presidência da Câmara dos Deputados



.
Correndo risco de ter o seu mandato cassado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) resolveu renunciar nesta quinta-feira (7), em uma coletiva de imprensa, à presidência da Câmara dos Deputados.

A ideia do político é que, ao renunciar à presidência, ele pode tentar reverter os votos na CCJ para fazer o seu caso voltar ao Conselho de Ética. Nele, Cunha sabe que tem mais facilidade de salvar o mandato.

O ex-presidente da Câmara é acusado de quebra de decoro parlamentar ao manter contas secretas no exterior e de ter mentido sobre elas em depoimento à CPI da Petrobrás em 2015. Por meio das contas, ele teria recebido propina de contratos da Petrobras e viabilizar a “prática de crimes”.

Novas eleições para o cargo devem ocorrer em cinco sessões. E pelo menos 12 candidatos informais disputam o pleito.

A renúncia de Cunha já estava cogitada nas últimas semanas. Diversos partidos começaram a arquitetar em reuniões os possíveis candidatos à vaga. Até mesmo Cunha teria dito que que prefere que o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) ocupe o seu lugar.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.