Realidade

Lea T fará história ao ser a 1ª mulher transexual a ser destaque na abertura das Olimpíadas



.
A modelo brasileira Lea T volta a fazer história no mundo. Ela será um dos destaques – e a primeira mulher transexual a participar - da abertura da Olimpíada, que ocorre no Rio de Janeiro no dia 5 de agosto.

Filha de um atleta, o ex-jogador Toninho Cerezo, ela afirmou que aceitou o convite para levantar a bandeira da inclusão da população de travestis e mulheres transexuais, dentre outros grupos discriminados.

Lea declarou que seu destaque é sigiloso, mas que a mensagem será a inclusão. “Meu papel na cerimônia num universo micro e representativo, ajudará a transmitir esta mensagem”. Sabe-se também que ela ficará ao lado de ninguém menos que Elza Soares, Gilberto Gil, Caetano Veloso e Anitta.

“Eu, como qualquer outra transexual, levanto uma bandeira. Falo da transexualidade porque faz parte da minha história, mas sou apenas mais uma integrante desta comunidade. Sou mais uma. Sei que sou privilegiada por ter a mídia que me ouve, mas cada transexual em sua luta cotidiana tem igual importância para os LGBT”, declarou à BBC.

Estima-se que a abertura seja vista por 70 mil pessoas que estarão no Maracanã e 3 bilhões de pessoas em todo mundo pela TV. Parabéns Lea!

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

1 comentários:

Anônimo disse...

Eu só não entendi o que Anitta está fazendo ao lado desses outros artistas!

Tecnologia do Blogger.