Pop e Art

Marcelo Tas diz que filho trans Luc o ensina a viver com coragem e afeto




.
Marcelo Tas
usou as redes sociais para uma declaração de amor ao filho Luc, que é advogado e homem trans de 27 anos. Segundo ele, que participava de uma campanha promovida pela marca Dove, o filho é o seu herói da vida real.

“Luc, meu filho + velho me ensina a viver com coragem e afeto”, escreveu ele, utilizando as hashtags “Quem são seus heróis reais?” e “Dove Men Care”.

Apesar da repercussão positiva sobre a postagem, essa não é a primeira vez que Tas demonstra carinho e afeto ao filho, que é mora em Washington, nos Estados Unidos, e que revelou ser homem trans aos 20 anos. A primeira vez que eles falaram sobre o assunto foi em 2014 na revista Crescer.

Tas afirmou que quando soube que o filho é uma pessoa trans se surpreendeu. E admitiu que a sexualidade é um assunto que “desafia e intriga”. Mas que o amor incondicional falou mais alto. “As questões de sexualidade e gênero são importantes. Mas não são mais importantes do que o amor incondicional que devemos manter na nossa família. Este sim é o assunto mais importante da nossa vida”.

Luc afirma ser muito sortudo por estar numa família como a sua, que o apoiou. “Muitos pais têm a impressão de que estão ‘perdendo’ um filho ou uma filha quando eles falam que se identificam com um gênero diferente ou têm um nome diferente do que os pais deram. Acho que demora para acostumar que a sua criança é a mesma, que nada mudou. Que ela só está mais feliz. No meu caso, foi bem rápido até. Hoje em dia eles sempre usam os pronomes certos e o meu nome (Luc)”.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.