Pop e Art

Batendo de frente com o preconceito! Veja o ensaio de Danna Lisboa para o "Por Existir”



Por Existir

Uma artista que traz as influências da cultura e do movimento Hip Hop, Danna Lisboa é professora de dança, performer e mulher trans. Expressa sua identidade por meio da arte, com foco direcionado para a música e a dança, sempre trazendo em seus trabalhos questões contemporâneas e socialmente engajadas, sem perder o lado divertido da música para as pistas.


Danna é uma das participantes do projeto Por Existir: Um Relato Sobre a Transexualidade (saiba mais sobre ele clicando aqui), em junho. E no ensaio fotográfico mostrou toda sua beleza, empoderamento e talento.

"Ela foi uma das primeiras pessoas em quem pensei para o projeto. Já nos conhecíamos da noite e a energia boa que ela me transmitia era algo que eu queria muito compartilhar. Fico muito feliz que tenha acontecido. A maneira como ela se abriu para o documentário trouxe revelações que eu desconhecia e me fez admirá-la ainda mais. É uma vencedora", conta Rogerio Fagundes, estudante de Jornalismo e um dos idealizadores do projeto.


Lançando-se como cantora com a música TRINKS (assista ao vídeo aqui), Danna tem feito performances da faixa em diversas festas e clubes de São Paulo. No sábado (06), ela se apresentou na edição de aniversário de três anos da Veeem Dançar, na Bubu Lounge Disco, com os DJs Mauro Borges, Jumba e Ledah Martins, que além de DJ também é produtora, agitadora cultural e mulher trans.

Confira o ensaio de Danna Lisboa - clicado pela fotógrafa Victoria Hope - e acompanhe as futuras postagens no NLUCON, ou nos perfis do Por Existir no Facebook e no Instagram. Detalhe: todas as fotos foram escolhidas pela própria modelo. 












About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

1 comentários:

Pedro Galiza disse...

DIVAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA IDOLATRADA!

Tecnologia do Blogger.