Pop e Art

Atriz trans Laverne Cox encarna Beyoncé, Tina Turner e outros ícones negros em ensaio



Por Neto Lucon

A atriz
Laverne Cox – que é uma mulher transexual – posou para um ensaio poderosíssimo na próxima edição da revista Cosmopolitan. Nele, a artista de 32 anos encarna diversos ícones negros, valoriza a cultura e ressalta as contribuições deles contra os preconceitos.

Dentre os escolhidos estão Beyoncé, Tina Turner, Janet Jackson, Leontyne Price, Josephine Baker. Ela também homenageou a modelo trans Tracey Africa, que nos anos 70 chegou a protagonizar um produto para cabelos.

Com direção e arte de Aya Kanai, cabelo de Ursula Stephen e maquiagem de Deja Smith, Laverne mostrou talento e energia para as fotos. O resultado ficou incrível e a revista conta ainda com declarações da atriz de “Orange is the New Black” sobre cada ícone.

“Beyoncé representa a excelência. O trabalho ético dela é algo que nunca vi. Houve tantos momentos em que eu estava exausta nas filmagens de Rocky Horror Picture Show, meu corpo estava doente e eu ficava: ‘Beyoncé, Beyoncé faz isso”, declarou.




Ao comentar sobre Tina Turner, ela diz que a encara como uma grande inspiração, sobretudo pela história de superação após os abusos do ex-marido Ike Turner. “A dor, prazer, agonia de tudo que esta mulher passou está em sua voz. A história dela é como a de muitas mulheres negras que encararam o abuso e saíram do outro lado de um modo lindo e brilhante”.

A atriz também destacou a importância de Tracey para a visibilidade trans. “Muitas pessoas pensam: ‘Nossa, essa revolução transexual está apenas começando’. Mal sabem elas que nós (trans) estamos aqui há muito tempo. É importante saber que ela abriu caminho para pessoas como eu”, reconheceu.

Confira alguns cliques:
Lavene encarna Leontyne Price

Encarnando a capa de Janet Jackson na Rolling Stone

Reproduzindo a foto de Tracey Africa

Josephine Baker


E lacrando como Beyoncé!

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.