Pop e Art

Modelo transexual Gigi Gorgeous revela que é lésbica e apresenta namorada



.
A modelo Gigi Gorgeous – que é uma mulher transexual - resolveu revelar aos fãs do seu canal no Youtube que é lésbica. E apresentar a namorada, a modelo Nats Getty, com quem já estava aparecendo lado a lado em alguns eventos e vídeos.


Depois de tanto falar sobre sua identidade de gênero (que se refere ao gênero com o que ela se percebe e se identifica) na rede, ela resolveu falar pela primeira vez  sobre a sua orientação sexual (referente ao gênero pelo qual sente afeto/desejo sexual).

Aos 24 anos, Gigi afirmou no vídeo intitulado "Eu sou Lésbica" que já se relacionou com homens anteriormente, mas que foi após o relacionamento com Nats que percebeu a sua verdadeira orientação sexual. E que realmente se sente atraída por mulheres.

“Estou extremamente orgulhosa e me sinto sortuda por amar e ser amada por essa pessoa”, disse.





.

Nats também trabalha como modelo, fez várias fotos ressaltando sua androginia e é conhecida como socialite. Ela faz parte da família Getty - responsável pelo banco de fotos Getty Images, usada por fotógrafos e empresas de todo o mundo.

Para quem não entendeu, Gigi é lésbica porque, independente do gênero atribuído ao nascimento, ela é uma mulher que se relaciona com outra mulher. O fato de ela ser trans não faz dela menos mulher que outra cis, logo ela é uma mulher transexual lésbica. E a namorada uma mulher cis lésbica. 


No vídeo, Gigi também agradeceu todos os admiradores que a apoiam em todas decisões. E disse que está muito feliz pela possibilidade de externalizar cada vez mais a pessoa que ela de fato é para as pessoas que acompanha. E viva o amor! 


Assista ao vídeo:



About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.