Pride

População Trans reage a Transfobia se candidatando nas eleições municipais de 2016


.
Por Keyla Simpson e Sayonara Nogueira


O Brasil é o país que mais mata travestis no mundo, essas mortes são sempre carregadas com requintes de crueldades, assassinam o corpo físico, e assassinam a alma depois de morta, pois quase sempre desconhecem e, nega o direito a identidade de gênero da população Trans. Nos últimos anos vimos com estarrecimento o aumento do numero de assassinatos e mais estarrecidas ainda com a falta de interesse dos órgãos constituídos para investigar, apurar e criminalizar esses culpados.

Isso se dá porque o Brasil ainda não entendeu que deve respeitar as pessoas como seres humanos, deixar de ver as pessoas com rótulos quase sempre negativos, reconhecer que a diversidade humana da nossa nação é a sua maior riqueza. Pensando nisso e, para entender a complexidade dessas nossas populações, involuntariamente, Travestis, mulheres Transexuais e homens Trans resolveram entrar de vez na politica partidária por entender que só dentro dela podem-se vislumbrar mais efetivamente mudanças radicais da realidade delas.

É muito bom poder ver o grandioso numero de candidaturas Trans pelo Brasil afora muitas motivadas pela ultimas campanha eleitoral onde a população esteve no centro do debate. Sem desmerecer candidatos que empunharam essas bandeiras a população Trans resolveu ir pra disputa de fato e defender a sua existência, sim, pois sair candidata e candidato nessa atual conjuntura, mais do que defender as suas plataformas politicas elas e eles querem defender o seu direito a vida e das demais pessoas Trans desse Brasil.

Por isso esses dados não são mensurados apenas por região e por coloração partidárias, esses dados são reações exatas de como se pode iniciar a mudança que uma população almeja, só adentrando a disputa de corpo e alma é que vislumbram uma forma de defender a vida e o respeito à morte, mesmo depois de assassinados. As compilações desses dados refletem a necessidade do Brasil olhar pra essa população da forma que elas e eles merecem respeitar o seu direito a existência, e se sensibilizar com as suas demandas por um Brasil inclusivo e que respeita os seus habitantes.

Tem candidaturas de norte ao sul do País das mais diversas cidades e das mais diferentes correntes partidárias, não queremos aqui apoiar essa ou aquela candidatura, mas sim dizer que esse despertar já tem um grande significado. Queremos que elas e eles se elejam e iremos com essas candidaturas até o final.

A Região sudeste tem 30 candidaturas a vereadores e 1 candidata a prefeita na cidade de Caraguatatuba SP. Não fora identificada candidaturas no Espirito Santo. Na região Nordeste são 26 candidaturas a vereadores e 1 candidata a prefeita em Alagoinhas BA. Nessa região apenas o estado de Alagoas não identificou candidaturas Trans. A Região Sul totaliza 12 candidaturas nos três estados da região. Na Região Norte tem 10 candidaturas, só não fora identificado candidaturas em Tocantins. Região Centro Oeste tem 05 candidaturas nos estados de Mato Grosso do Sul e Goiás, e, nessa região não fora identificada nenhuma candidatura no Distrito Federal e Mato Grosso.


Atualização: Thammy Miranda, que é homem trans, concorre a vereador em São Paulo pelo Partido Progressista. O número é 11.000



Oitenta e três (83) candidaturas para vereadoras e vereadores pelo Brasil afora e duas (02) candidaturas para prefeituras. São Paulo com 22 candidaturas é o estado que apresenta o maior número, seguido da Bahia em segundo lugar com 08 candidaturas. O Paraná e Minas Gerais tem 06 candidaturas cada um. Depois vem o Rio Grande do Sul isolado com 05 candidaturas. O Pará Paraíba e Ceará tem cada um 04 candidaturas. E seguindo o Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Norte com 03 candidatas. Pernambuco, Piauí, Sergipe, Roraima Goiás e Maranhão têm 02 candidaturas e, com uma candidatura apenas os estados de Santa Catarina, Rondônia, Acre, Amapá, e Amazonas. 

Não foram identificados candidaturas nos estados de Alagoas, Espirito Santo, Distrito Federal, Mato Grosso e Tocantins. 

Esse estudo não tem objetivos de apoiar esse ou aquele partido, tampouco de dedicar predileções por qualquer uma das candidaturas acima. Antes de qualquer coisa fazer essa analise requer exatamente colocar essas candidaturas no cenário nacional para demonstrar que a população trans também sabe reagir nas suas individualidades, e a participação de cada uma dessas que aqui se encontram tem exatamente a sua própria vontade e, na maioria das vezes contando apenas com a boa vontade de 
amigos e conhecidos, mas também vale dizer que esse caminho que aqui se inicia não terá volta, não será dado nenhum passo atrás a partir daqui.

Temos a satisfação de receber cada candidatura dessas como a vitória do esforço individual que muitas candidatas e candidatos tiveram nos municípios que habitam. Portanto queremos celebrar essa união de esforços almejando que nas próximas eleições possamos contar com um número maior de candidatos em todos os estados do Brasil.

Dito isso nós que trabalhamos aqui nos juntamos a essas pessoas para sonhar com a mudança que queremos e desejamos para o Brasil.

*Keila Simpson Sousa, Travesti, prostituta, ativista do movimento social LGBT e presidente da Associação Nacional de Travestis e Transexuais – ANTRA
** Sayonara Nogueira, Professora, geógrafa, travesti ativista do movimento Trans e Secretária da Rede Nacional de Pessoas Trans REDETRANS.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

1 comentários:

Breno dos Santos disse...

Ótima matéria, mas não vi o nome do Juan de Barcellos 50122, ele é aqui de São Gonçalo Rj e manda super bem na militância e no conhecimento sobre as leis e etc.

Tecnologia do Blogger.