Pop e Art

Vídeo raro mostra atriz travesti Claudia Celeste arrasando em novela de 1988


Por Neto Lucon

Enquanto ainda carecemos de representatividade trans em novelas e filmes, um vídeo publicado no Youtube evidencia o quanto ainda estamos atrasados. Isso porque nele é exibido o destaque em que a atriz travesti Claudia Celeste teve na novela “Olho por olho, da TV Manchete, em 1988.

Isso mesmo: há quase 30 anos! Vale ressaltar que Claudia é a primeira travesti a estrelar novelas no Brasil (em 1977 na novela Espelho Mágico, da Globo). E que foi a atriz travesti a ter um papel em uma novela completa, em mais de 130 capítulos.

Em “Olho por Olho”, ela interpretou Dinorá, uma personagem carismática, profissional do sexo e artista, que fazia dupla com Paula (Beth Goular). Ela se apaixona pelo personagem Máximo, de Mario Gomes, chega a ir para a cama com ele e a dar uma bitoca (sim, já rolou o primeiro beijo 'trans').

“Como o (autor) José Louzeiro sabia que eu tinha um trabalho nos palcos, aproveitou bem na novela. Aliás, ele sempre perguntava a opinião sobre o texto, se estava muito longe da realidade, se estava em disparate com a Dinorá. Muitas vezes estava, eu dizia e ele alterava. Nunca fizeram nada parecido como este papel. Travesti só faz ponta na TV”, soltou em entrevista ao NLUCON há alguns anos.

Após o sucesso da novela, Claudia não estrelou outros papeis na televisão, mas continuou a carreira como artista em shows performáticos por todo o mundo. Aos 65 anos, ela continua na ativa, defende que papeis trans devem ser feitos por artistas trans (saiba mais aqui) e prepara um livro sobre a primeira geração de artistas travestis, transexuais e transformistas do Brasil.


Confira a cena:



Caso seu exemplo fosse utilizado em outros momentos, estaríamos mais acostumados a ver atrizes travestis, mulheres transexuais e atores homens trans aparecendo e sendo bem representados em novelas. 

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.