Header Ads

Divina diva Jane Di Castro será homenageada na Parada do Rio e vai cantar hino em luto


Por Neto Lucon

A atriz e cantora trans Jane Di Castro - destaque no filme Divinas Divas - será homenageada na 21ª Parada do Orgulho LGBT do Rio de Janeiro, que ocorre na tarde deste domingo (11) na Orla de Copacabana. Neste o tema é “Eu sou a minha identidade de gênero”, destinado à população trans. 

"Estou feliz com a homenagem, afinal são 10 anos cantando o Hino e o reconhecimento é sempre uma coisa muito boa. Qual é o artista que não gosta de ser homenageado? Eu adoro”, afirma ela ao NLUCON

Jane afirmou que neste ano irá cantar, além do tradicional Hino Nacional, as músicas I Will Survive em espanhol e o samba Madureira, de Arlindo Cruz. De acordo com a coluna de Leo Dias, do jornal O Dia, Jane terá um trio só para ela, que levará outras artistas como Claudia Celeste e Lorna Washington.

Ela diz também que participará da passeata vestida de preto, simbolizando “o luto com essa decadência política”. “Eu acho ótimo a Parada continuar, porque tem sempre uma reivindicação diferente a fazer. Não podemos deixar a chama apagar, porque é isso que os preconceituosos querem, temos que lutar pelos nossos direitos”, diz.


Neste ano, o tema visa atentar para a aprovação da PL 5002/2013 - conhecida como PL João Nery, escrita pelos deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Erika Kokay (PT-DF) - que visa facilitar entre outros direitos a retificação de nome e gênero das pessoas trans, sem a necessidade de laudos médicos, cirurgias e a decisão de juízes. 

Vale ressaltar que a partir das 9h serão oferecidos serviços na “Ação orgulho e Cidadania”. E que às 13h começa a concentração para a passeata mais colorida do Rio de Janeiro.

Um comentário

Anônimo disse...

Gosto muito da Jane Di Castro, tanto pelo seu talento como artista, como por sua integridade como ser humano.

Contudo, serei franco em dizer, ninguém aquenta mais vê-la cantar Hino Nacional em grandes eventos públicos.

Sendo que é um absurdo, uma artista como ela (inclusive maravilhosa como cantora), simplesmente não poder apresentar outras canções nesses eventos. [Mas por favor, que não seja LA VIE EN ROSE.]

Além de ser um desrespeito para com a artista, é de uma grande cafonice. Com todo respeito ao nosso Hino Nacional, é claro.

Tecnologia do Blogger.