Header Ads

Professora travesti Sayonara Nogueira se emociona ao ganhar 1ª boneca no último dia de trabalho


Por Neto Lucon

A professora e militante travesti Sayonara Nogueira realizou um sonho de infância nesta sexta-feira (23), em seu último dia de trabalho na escola E.E. Mario Porto, em Uberlândia. Tudo porque ela ganhou de funcionários e colegas a primeira boneca da sua vida.

Em conversa com o NLUCON, Sayonara afirmou que teve que esperar 43 anos para que o sonho fosse realizado. E que está muito emocionada.

“Comentei uma vez que no Natal eu ganhava muitos carros, bolas e que sempre ficava frustrada, porque no fundo eu queria as bonecas das vizinhas. Hoje, eu cheguei para entregar as notas e assinar os diários e, na hora do recreio, entraram de surpresa na sala dos professores com uma boneca enorme”, contou.

O presente veio de uma vaquinha feita pela supervisora, vice-diretor, secretária e um grupo de professores. E deixou Sayonara estremecida e com os olhos marejados. “Lembrei dos meus pais que já partiram, e estou parecendo aquelas crianças bobas. Já arrumei o meu quarto e estou louca para chegar a noite, tirar ela da caixa e dormir abraçada. Parece que esperei por isso a vida toda”.
A boneca que ela recebeu aos 42 anos; e Sayonara criança, aguardando ganhar uma boneca
.
A professora destaca que a infância de pessoas trans não é fácil, sobretudo num mundo cisnormativo que costuma dividir tudo em “coisas de menina” e “coisas de menino”. “Acabamos nos isolando do mundo, deixamos de participar das crianças e temos nossa infância e sonhos roubados. Não é fácil ser uma criança que tem medo de os pais descobrirem que não é o ‘filho prodígio que eles queriam. Até conseguirmos ter coragem, escondemos por um bom tempo nossa identidade e os nossos desejos’”.

Ela diz que muitas mulheres transexuais, travestis e homens trans tiveram a vida ceifadas ainda na infância. E que isso acontece ainda hoje. “Estou envelhecendo, vou completar 43 anos e só agora venho realizando desejos da minha infância”, declarou.

Vale ressaltar que Sayonara se desligou da escola porque terá um cargo de assessora parlamentar da vereadora eleita Pâmela Volp, que também é travesti.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.