Pride

Projeto odontológico passa a tratar de mulheres trans e travestis vítimas de violência


Por Neto Lucon

O projeto
Apolônias do Bem, que oferece tratamento odontológico gratuito e é referência no atendimento à mulher cis que sofreram violência, também passou a atender neste ano pacientes que são travestis e mulheres trans e que perderam seus dentes para a violência. 

Ele é realizado pela ong Turma do Bem, fundada pelo dentista Fábio Bibancos, e tem o apoio da ONU Mulheres. Ao todo, mais de 650 mulheres, sejam elas cis ou trans, receberam o atendimento em São Paulo, Rio de Janeiro e Espirito Santo.

Nos relatos, muitas mulheres trans acabam perdendo os dentes devido às séries de violações que sofrem no decorrer da vida. Dentre elas, a violência transfóbica em que são submetidas desde o momento em que se identificam com o gênero feminino.

Paloma (foto ao todo da matéria), de 26 anos, diz que conhece a violência física e sexual desde os 9 anos com o padrasto. Aos 11, esteve em situação de rua. Com a violência, perdeu alguns dentes e definia a sua boca como uma "rodovia cheia de buracos". Após o Apolônias, ela encontrou novos motivos para sorrir.


O nome “Apolônias” refere-se à personagem histórica que viveu em Alexandria e morreu em 249, após ser presa, espancadas e ter os dentes quebrados e arrancados. O projeto visa dar assistência para as Apolônias de hoje, que também estampam a marca da violência em seus rostos.

Para participar, a pessoa deve entrar em contato com a Turma do Bem ou com um voluntário e pedir o tratamento. Será solicitado um Boletim de Ocorrência da agressão sofrida e, posteriormente, ocorrerá uma entrevista (por Skype ou pessoalmente) e o exame clínico. Os novos pedidos devem ser feitos a partir de 2017.

Confira alguns relatos: 






SERVIÇO
apoloniasdobem@tdb.org.br

Rua Sousa Ramos, 311 – Vila Mariana – São Paulo/SP
Cep: 04120-080 – Telefone: (11) 5084-7276/ Fax: 5084-1399

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

1 comentários:

Pc Merces disse...

Que projeto bonito. Vi os dois vídeos e no final, percebe-se o quanto elas estão felizes. Com a autoestima lá em cima!

Parabéns aos idealizadores do "Apolônias do Bem/Turma do Bem".

Tecnologia do Blogger.