Eventos

Seminário aborda empreendedorismo e mercado de trabalho para população trans em Fortaleza

Caio, Syssa e Lena
.
Em alusão ao Dia da Visibilidade Trans, será promovido no sábado (28), a partir das 14h, o Seminário “Trans Cidadão - Inclusão Social, Mercado de Trabalho e Empreendedorismo para pessoas trans, no salão da Igreja Cristã Metropolitana em Fortaleza, Ceará.

Nele, vários profissionais e militantes vão discutir propostas e ações com a finalidade de promover a cidadania plena de travestis, mulheres transexuais e homens trans, acabando com a transfobia e conseguindo oportunidades no mercado formal de trabalho.

A Dra Danielle Luz, psicóloga com MBA em gestão em pessoas, fará a palestra “Empregabilidade Trans: acompanhamento e promoção da igualdade profissional LGBT”. O coaching Sidney Bruce Sena falará sobre inteligência de mercado com o tema “Planejamento no empreendedorismo, armas para driblar a falta de oportunidades profissionais”.

Cartaz do Seminário Trans Cidadão 2017
A repórter e radialista Lena Oxa vai participar de uma roda de conversa e debate com os convidados. Estarão no Seminário Caio José, representante da Aliança Cearense Transmasculina. Syssa Adley representante do projeto Transpassando UECE. E Thina Rodrigues, representante da Associação de Travestis e Transexuais do Ceará.

Participe também e contribua para uma sociedade mais justa, mais produtiva e com menos preconceito. O Salão da ICM está localizado na Rua Pereira Filgueiras, 195, centro de Fortaleza, Ceará.

Realização Portal Babadeirah de comunicação. Apoio ICM Fortaleza, Rh Luz, ACETRANS, ATRAC e TransPassando.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.