Header Ads

Gay se monta para pular carnaval e é assassinado a pedradas no interior da Paraíba


Um homem gay chamado Damião, que se montou com trajes considerados femininos para pular carnaval, foi morto a pedradas na madrugada de domingo (26) na cidade de Areia, Brejo do Estado, a 130 quilômetros de João Pessoa.

Dois suspeitos fugiram logo após o crime, mas um foi localizado. Trata-se de um rapaz de 22 anos na tarde de domingo, informou o jornal local Portal AG1.

Damião saiu de Alagoa Grande para
pular carnaval com amigos
De acordo com o comandante da Policia Militar, Pablo o suspeito confessou ter presenciado o assassinado, mas apontou outra pessoa como o autor efetivo do crime. Ele já foi identificado, mas segue foragido.

Na versão do jovem preso, a vítima teria se insinuado para o outro suspeito, que não gostou e a agrediu até a morte. “O seja, trata-se de um crime com motivação homofóbica. A ação teve apoio do suspeito preso”, declarou o major.

O crime aconteceu por volta das 4h, nas proximidades do Mercado Pùblico da cidade. De acordo com os policiais, a mulher trans já estava morta e com vários ferimentos e pedras próximas ao corpo. A vítima morava em Alagoa Grande e foi para a cidade participar de uma desfile de um bloco de carnaval.

"A cidade está apavorada com esse crime, pois ele era muito amado e foi uma violência gratuita. Ele era gay assumido, todos sabiam, e não era trans. Só se montava para brincar o carnaval ", diz Leda Miranda, amiga de Damião, que é mulher trans e está chocada com o crime. "Isso não pode ficar impune".  




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.