Header Ads

Musa trans, Fabíola Fontinelle é destaque em escolas de samba do Rio


A estilista Fabíola Fontinelle – que é uma mulher trans - teve a façanha de desfilar em pelo menos três escolas do Rio de Janeiro no Carnaval de 2017. E em todas elas com o destaque de uma verdadeira musa.

A primeira ocorreu na sexta-feira (24), na Marquês de Sapucaí, na escola de samba Império da Tijuca, cujo tema foi “O Último dos Profetas”. Ele fala sobre a vida de São João Batista, considerado o “último emissário”, pois anunciou a vida de Jesus Cristo.

Fabíola como Salomé
Com 10 anos de samba, e destaque em escolas como Salgueiro e Unidos da Ilha, Fabíola representou ninguém menos que Salomé, personagem central desta história no principal carro "O Palácio de Heródes".

“É uma personagem Bíblica, que pediu a cabeça do João Batista ao rei Herodes em Troca de sua dança”, declara. 
No palco, muitos aplausos e felicitações pela bela performance.

Nas redes sociais, ela elogiou a figurinista Wanda Azevedo pela fantasia, que considerou “maravilhosa”. E agradeceu o carnavalesco Júnior Pernambucano e sua esposa Gisele Lopes Nazare. O coreografo Alexandre Maquolo trouxe Fabiola contracenando com sete atores, que representaram os sete pecados e um soldado. Ela foi bastante elogiada pela performance.

Veja alguns momentos: 



Neste sábado (25), na Império Serrano, ela esteve homenageando o centenário e a obra de Manoel de Barros. “Eu represento a flor do caramujo (foto abaixo), já que ele é um poeta”. No domingo (26), ela estará na cidade de Três Rios, vestida de como uma diaba. “E na segunda na Tijuca como uma diva de música norte-americana”, declarou.

Em entrevista ao jornal O Dia, ela diz que espera que a esperança e o respeito vença os preconceitos. “O Carnaval une todos, independentemente de raça, credo, religião. São pessoas que estão juntas para festejar. É uma festa democrática. Mostra que é possível. Amo essa alegria”, diz. Haja fôlego e beleza.

Agora se você está reconhecendo esse rostinho, tem um bom motivo: Fabíola foi uma das musas da cerimônia de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos do último ano e desfilou com as bicicletinhas e as placas dos países. Passou diversas vezes na telinha e ocupou com maestria o seu posto de musa. Lembrou agora? Aplausos...

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.