Header Ads

Transserviços

Vrááá! Ex-BBB Antônio diz que “se envolveria da mesma forma” se Mayara fosse mulher transexual


Após ser eliminado do Big Brother Brasil 17, o gêmeo Antônio comentou os comentários de que a advogada Mayara, com quem teve um affair durante o programa, seja uma mulher transexual. Segundo ele, isso não mudaria em nada.

“Não vejo problema algum se ela for ou não. Ela me cativou”, declarou o jovem que chegou a ir para de baixo do edredom com a participante.

Ao jornal O Globo, ele disse: “Se ela quiser ficar comigo e eu com ela, ficaria numa boa. Para mim isso é uma coisa normal. Mesmo que eu soubesse, teria me envolvido da mesma forma. Não iria afetar em nada”, garantiu ele, que diz esperar ela fora da casa.

Já quando perguntaram se ele chegou a transar com Mayara, ele colocou limite: “Isso é um assunto pessoal e eu não gostaria de me expor desta forma”. E também afirmou que, se tivessem mais tempo de conhece-lo, não o considerariam um “cachorrão”. “Veriam alguém de coração bom e muito respeitoso”.



Quem ficou no programa foi o gêmeo Manoel, aquele que declarou não dançar muito “porque elas são muito gays”.

A irmã de Mayara, Bruna Motti já chegou a declarar que ela não é uma mulher transexual. “É bom esclarecer que não. Ela é mulher. Nunca questionaram ela sobre isso, mas é bom deixar claro”, declarou ao Gshow. (obs: se ela fosse uma mulher transexual, também seria mulher, ok?)

MAS...


Mas se Antônio não tropeçou na transfobia, ele foi apontado fazendo comentários racistas e indelicados em relação à Gabriela Flor. Ela chegou a ser chamada de Valderrama, jogador colombiano, por conta de seu cabelo black power e depois dizendo que ela deve ser "macumbeira" pelo fato de ser baiana e negra. 

Um comentário

Marc Kun disse...

Correção: o nome do jogador é Valderrama.

Tecnologia do Blogger.