Pop e Art

Coletivo ministra curso gratuito de teatro para travestis, mulheres e homens trans de Recife


Muito tem se falado sobre representatividade trans nas novelas, cinema e no teatro. Pensando na importância da inclusão da população de travestis, mulheres transexuais, homens trans (...), o Coletivo Angu de Teatro, em parceria com a Caixa Cultural, promove o curso gratuito Trans na Cena, em Recife.

Desde o dia 25, os profissionais da companhia ensinam as práticas e atividades de iniciação teatral voltadas para as pessoas trans que gostariam de iniciar a carreira de atriz ou ator, que têm pouca ou nenhuma experiência como artista. As aulas vão até o dia 17 de maio, todos os sábados, das 14h às 18h.

De acordo com a Caixa Cultural, o objetivo é "formar novos talentos e possibilitar o primeiro passo para o mercado de trabalho". 
Os alunos realizarão uma demonstração do trabalho ao público no dia 17 de maio.

O produtor Tadeu Gondim declara que o grupo sempre conversa sobre questões de gênero e que é difícil encontrar um aluno ou aluna trans nas oficinas de teatro, salientando que existe uma questão social que pelo preconceito dificulta em absorver essas pessoas no mercado de trabalho.



“Queremos possibilitar um primeiro contato com as artes cênicas. Queremos compartilhar nosso método de trabalho e mostrar o que pode ser um caminho profissional. Nosso desejo é colocar essa galera no mercado, mas de uma forma não-clichê. Porque uma mulher trans não pode, por exemplo, fazer um papel clássico como o de Julieta?”, questionou ele ao Diário de Pernambuco.

O Coletivo Angu de Teatro aborda desde a criação, em 2003, questões envolvendo a sexualidade e gênero. Nas peças Ópera, de 2007, e Ossos, de 2016, promoveram um importante debate em Recife e deram visibilidade para a população LGBT.

O Teatro da Caixa Cultural está localizado na Av Alfredo Lisboa, 505 – Praça do Marco Zero – Bairro do Recife, 50.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.