Header Ads

Transserviços

Em "A Glória e a Graça", atriz trans Carol Marra vive amiga da travesti interpretada pela cis Carolina Ferraz


O filme “A Glória e a Graça”, de Flavio Ramos Tambellini, tem a premissa de abordar a travestilidade nos tempos de hoje. Numa recente imagem de divulgação, a travesti Glória (interpretada pela atriz cis Carolina Ferraz), aparece sorrindo ao lado da amiga Fedra, vivida pela atriz trans Carol Marra.

A obra conta a história de Graça (Sandra Corveloni), que ao saber que tem aneurisma e pouco tempo de vida, procura o irmão para ficar com os dois filhos: uma menina de 15 anos e um garoto de cinco. Quando reencontra, descobre que se trata de uma irmã, a travesti Glória.

A imagem de divulgação
Quinze anos depois, Graça se espanta: "Nossa, como você está... vistosa". E Glória responde: "Vistosa, meu amor, é a Carmem Miranda com uma salada de frutas na cabeça. Eu sou linda". E dona de um badalado restaurante no Rio de Janeiro e bem-sucedida.

Enquanto Glória fica em dúvida quanto responsabilidade, a amiga Fedra consegue enxergar o lado maternal e frisa que não há problema de uma travesti ser mãe. E é quando Glória se reaproxima dos sobrinhos e enfrenta os sabores, preconceitos e desafios de criar duas pessoas.

Embora a proposta seja retratar a travesti de uma maneira humanizada e quebrar preconceitos, o filme vai contra a tendência mundial e a militância de travestis, mulheres transexuais e homens trans: que é de dar personagens trans para atrizes e atores trans, que carecem de oportunidade de trabalho. Como o filme ainda não estreou, não se sabe a força da personagem de Carol ou se a prótese na boca de Carolina para masculinizá-la pode incomodar. 

O filme é uma coprodução da Globo Filmes e do Canal Brasil e tem estreia marcada para o dia 30 de março. Pelo trailer divulgado recentemente, "A Glória e a Graça" promete emocionar pela história ou desagradar quem evoca representatividade trans. 

Assista o trailer abaixo:


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.