Pop e Art

Os 10 melhores vídeos do Canal das Bee sobre a população trans


Fazer sucesso no Youtube muita gente faz. Mas fazer sucesso com credibilidade, responsabilidade e dando voz a grupos e assuntos dentro da população LGBT (e de outros grupos também), só me vem à mente um canal: O CANAL DAS BEE.

Há quatro anos, Jessica Tauane, Debora Baldin, Mola, Herbert e Victor Larguesa (que está em carreira solo) e sua trupe desenvolvem esse importante trabalho. Somam mais de 300 mil inscritos (clap, clap, clap!), já entrevistaram anônimos e famosos e estão em processo de virar filme.

Pois bem. Com o tempo, o canal passou a falar sobre a população trans, ou seja, travestis, mulheres transexuais, homens trans, não-binários e outras transgeneridades. E ajudaram a sensibilizar as gays, bis, lés e hts cis sobre as/os trans.

Pensando nisso, pedimos para Jessica listar os 10 melhores vídeos com a população trans ou aqueles que você não pode deixar de assistir! “É difícil escolher só 10, mas tentei fazer dos mais recentes pros mais antigos... e é difícil demais, haha”, disse Jessica. Eu amei todos!

Vamos lá:


1. VAMOS FALAR SOBRE RESSACA? #VisibilidadeTrans
(4 dias atrás) 


02. É FÁCIL TRABALHAR SENDO HOMEM TRANS?
(1 semana atrás)


03. AS BAHIAS E A COZINHA MINEIRA
(1 mês atrás)

04. PESSOAS TRANS SÃO DOENTES?
(4 meses atrás)

05. QUEM NAMORA A TRAVESTI?
(9 meses atrás)

06. EDUCAÇÃO LGBT
(10 meses atrás) 


07. PROFESSORA TRANSEXUAL
(1 ano atrás)

08. HOMEM TRANS E RACISMO
(1 ano atrás)

09. DIREITO, PROSTITUIÇÃO E ÉTICA
(1 ano atrás)

10. TRANSFOBIA
(2 anos atrás)



+ 1: ESCOLHA DO NLUCON
(02 anos atrás)

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.