Realidade

Travesti Paulete de Andrade, de 42 anos, é agredida e esfaqueada no Ceará; ela segue internada


A travesti Paulete de Andrade, de 42 anos, foi agredida e esfaqueada por três homens cis às 4h da manhã último domingo (19) em Morrinhos, região norte do Ceará. Ela está internada e sem previsão de alta na Santa Casa de Misericórdia de Sobral

De acordo com a delegada Rita de Cássia Vieira Barbosa, plantonista da Delegacia Regional de Acaraú, Paulete foi agredida pelos três acusados com chutes na cabeça, cortes no pescoço e uma perfuração no abdômen com uma faca.

Uma testemunha informou à polícia que Paulete já estava em coma quando foi encaminhada para o Hospital Municipal de Morrinhos. Devido às gravidades dos ferimentos, ela precisou ser encaminhada ao Hospital Regional de Sobral, onde foi submetida a uma cirurgia e, em seguida, encaminhada para a Unidade de Tratamento Intensivo.

Os três suspeitos foram identificados no domingo e já têm passagens pela polícia. Dois homens, que já estavam cumprindo pena em regime semiaberto, foram presos pela Delegacia Regional de Aracajú. O delegado Daniel Diógenes, diz que o terceiro suspeito foi preso na segunda-feira (20) e foi levado para a Cadeia Pública de Marco. Eles devem responder por tentativa de homicídio.


O suspeito preso na segunda também vai responder pela Lei Maria da Penha, uma vez que ele já tinha tido relacionamento amoroso com Paulete. Nenhum nome dos acusados foi repassado para a imprensa. O delegado afirma que o prazo para a conclusão do inquérito é de 10 dias. Caso não, a política tem 30 dias para a conclusão do inquérito policial.

Vítima da violência, Paulete segue internada na Santa Casa de Misericórdia de Sobral, onde permanece em estado estável e sem previsão de alta.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.