Header Ads

Transserviços

Amigas cis da travesti Paulete são autuadas por omissão de socorro; elas presenciaram o crime e foram para festa


A tentativa de homicídio contra a travesti Paulete de Andrade, de 42 anos, no dia 19 de março, na cidade de Morrinhos, no Litoral Norte do Ceará, teve seu inquérito da Polícia Civil concluído no último dia 28 de março e remetido ao Poder Judiciário.

Além dos três homens cis presos responsáveis pelo crime, dois no dia da agressão e outro no dia seguinte, as investigações da Delegacia Regional de Acarajú autuaram ainda duas mulheres cis em um Termo Circunstanciado de Ocorrência por omissão de socorro.

Elas eram apontadas como amigas da travesti, estavam indo com ela para uma festa na região e presenciaram o momento do crime. Após verem Paulete ser esfaqueada, elas não prestaram socorro e seguiram para o evento que ocorria no clube da cidade. O nome delas não foi informado para a imprensa. 

A família só tomou conhecimento de que a travesti estava agonizando na rua, após o tio da vítima abrir a porta da casa, por volta das quatro horas da manhã, e vê-la no chão. Uma ambulância a socorreu e levou para uma unidade de saúde da cidade, onde ela ainda permanece. 

OS ACUSADOS

Três homens, conhecidos como “Adriano Chupão", “Edsô” e “Baratão”, foram presos. Eles agrediram Paulete com pontapés na cabeça, cortes no pescoço e perfuração no abdômen. Ela segue internada em uma unidade de saúde na cidade de Sobral.
Adriano Chupão, Edsô e Baratão

Os três acusados já têm passagens pela polícia, e dois estavam cumprindo pena em regime semiaberto. Primeiramente, cogitou-se que “Adriano Chupão” também iria responder pela Lei Maria da Penha, uma vez que tinha tido relacionamento com Paulete.

No inquérito final, foi dada a versão de que um primo de Paulete estava em um relacionamento extraconjugal com a esposa de “Edsô” e ela teria ido indagar o motivo das ameaças ao parente. Houve uma discussão e a tentativa de homicídio.

Os três foram indiciados por homicídio triplamente qualificado no modo tentado.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.