Header Ads

Travesti Gaby Araújo da Silva é assassinada aos 29 anos a tiros na Bahia


Gaby Araújo da Silva, travesti de 29 anos, foi assassinada a tiros por volta das 21h de sexta-feira (14), no bairro de Brasília, em Feira de Santana, na Bahia.

O principal suspeito é um homem que passou em uma moto e disparou os tiros contra ela. Gaby recebeu um tiro no ombro e outro na cabeça, morrendo no local antes de receber cuidados médicos.

Pessoas que presenciaram o assassinado devem testemunhar e imagens da câmera de segurança estão sendo analisadas e devem ajudar nas investigações. Ninguém foi preso até o momento. 

A polícia divulgou que não se trata de um crime de homofobia (sic, seria transfobia), mas trabalha na possibilidade de vingança. À mídia local, o delegado João Uzzum, coordenador da 1º Coorpin, declarou que anteriormente ela teria baleado outra pessoa e vinha sendo ameaçada". E não deu maiores detalhes. 

Amigos lamentaram a morte e o desrespeito com o corpo da vítima.
Chico Assis, gestor do Espaço Cultural da Barroquinha, escreveu: "Meu respeito à travesti Gaby, que teve sua vida violentamente interrompida a tiros em Conceição do Jacuípe. E após ser morta, continua sendo violentada tendo imagens do seu corpo sem vida exposto em praça pública e o seu nome civil divulgado como prêmio em veículos de comunicação. Minha solidariedade à comunidade trans e travesti". 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.