Header Ads

Grupo organiza ato em repúdio ao assassinato da travesti Layza Mello em ES


A associação GOLD – Grupo Orgulho, Liberdade e Dignidade – fará nesta sexta-feira (05) às 19h o ato "Basta de Transfobia", contra a violência sofrida por travestis, mulheres transexuais e homens trans, na Av. Carlos Lindenberg, em Vila Velha, Espirito Santo.

O ato será realizado no local onde a travesti Layza Mello foi assassinada no último domingo (30) aos 28 anos. Ela foi atingida por dois tiros no peito, um na cabeça e outro na mão. O assassino fugiu e a Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) ainda investiga o caso.

De acordo com o grupo que organiza o evento, Espírito Santo lidera o ranking nacional de assassinato contra a população trans. “Estamos no quinto mês de 2017 e já são 5 assassinatos (3 na Serra, 1 em Vitória e 1 em Vilha Velha). É praticamente um assassinato por mês. Este ato é de homenagem, resistência e um pedido de socorro”, informa o evento.

O ato começará às 19h, com uma leitora coletiva da poesia “O Avesso da Travesti”. Às 19h30 os familiares de Layza Mello vão falar aos manifestantes. Às 20h, amigas e amigos da travesti farão a sua manifestação. Às 20h30, os representantes do poder público mostrarão o seu apoio aos direitos humanos das pessoas trans. Às 21h, ocorrerá uma oração macro-ecumênica em memória da Laysa.

Quem puder ir, o ato acontecerá na Avenida Carlos Lindemberg - Cobilândia - Vila Velha, no cruzamento com a Rua Felicidade Siqueira. Ponto de Referência: Caixa Econômica Federal. O grupo pede para que levem velas, faixas, cartazes e flores.

Veja a página da manifestação no Facebook clicando aqui.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.