Pop e Art

No teatro, T. Brant vai interpretar homem cis apaixonado por travesti


Por Neto Lucon

T. Brant terá o seu primeiro desafio nos palcos: a comédia teatral “Uma Linda Kuaze Mulher”, do diretor Mario Cardona. A obra estreia em junho no Teatro Armando Gonzaga, Rio de Janeiro, e aborda o romance entre um homem cis e uma travesti.

+ T. Brant revela ser homem trans, retifica nome e passa a limpo polêmicas do passado


No espetáculo, o modelo e ator interpreta Ricardo Gerardo, um homem cis e hétero que se apaixona pela travesti hétero Julia Roberta (Julia Bernardes). Qualquer semelhança com Richard Gere e Julia Roberts em “Uma Linda Mulher” não é mera coincidência.

O personagem é um cobrador de ônibus, malandro, galanteador, puro e que sempre encontra Julia Roberta no ponto de ônibus, quando ela vai trabalhar. “Ele se apaixona por quem ela é, engraçada, esperta e feia. Lá na frente ela vai sofrer uma transformação e daí... Tem que assistir”, faz mistério o diretor Mario Cardona.

Ao NLUCON, o artista afirma que a concepção do espetáculo é baseada em comédia de desenho animado, exagerado e com foco na preparação corporal. “Para compor meu personagem estou usando malandros da gafieira como referência. Tive uma certa facilidade de criar Ricardo pelo fato de ele ser um pouco parecido comigo”, conta.
T Brant estuda texto com Julia Bernardes

T. Brant diz que o convite surgiu por meio da indicação de um amigo para o produtor da peça. “Digamos que o convite chegou em uma hora propícia e que eu me identifiquei com o projeto. Estou me sentindo realizado em poder levar um pouco de alegria em forma de comédia para meus fãs e expectadores, ao mesmo tempo ansioso para viver esse personagem tão divertido”.

A previsão de estreia está no dia 2 de junho, no Teatro Armando Gonzaga, Rio de Janeiro. O espetáculo vai ficar em cartaz dia 02, 03, 04, 09 e 11 de junho. Sextas e sábado, às 20h e domingos às 19h.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

1 comentários:

Sergio disse...

Que legal! Esse teatro é próximo de minha casa.

Tecnologia do Blogger.