Pop e Art

Oi? Candidata trans do Miss Bumbum é desclassificada por não ter feito cirurgia genital


Uma candidata trans ao Miss Bumbum 2017, concurso que deu visibilidade à Andressa Urach, foi desclassificada na sexta-feira (28). A justificativa da organização: não ter informado que não realizou a cirurgia de redesignação sexual (genital), popularmente conhecida como “mudança de sexo”.

Em entrevista ao TV Fama, o criador do concurso Cacau Oliver declarou que ela estava entre as 28 candidatas cis. Mas foi eliminada por omitir a informação de que tinha um pênis. Oi?

“O problema da candidata não foi o fato de ser transexual, mas sim de omitir que não tinha feito a operação de troca de sexo”, declarou. Cacau não quis revelar a identidade da modelo para “preservar a sua imagem” e não deu maiores informações sobre o episódio.

Vale lembrar que há cinco anos a mulher transexual Amanda Sampaio participou como a Miss Bumbum Bahia. Na época, várias manifestações transfóbicas ocorreram durante o concurso em 2012, mas ela permaneceu na competição e contou com a defesa de várias misses.

Ficam as dúvidas: era necessário mesmo ela falar sobre cirurgia genital sendo que o concurso é sobre bumbum? Ou em algum momento a candidata vai ter que mostrar a genitália? Se ela já retificou os documentos, precisaria falar sobre algo tão íntimo? O concurso encaretou ou ficou transfóbico?

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.