Header Ads

Trans Power: Exposição fotográfica mostra mulheres trans em espaços de poder


Por Neto Lucon
Fotos: João P. Teles

Três mulheres transexuais ou travestis que driblaram e venceram a transfobia e se inseriram no mercado de trabalho e em lugares considerados de poder na sociedade. É com o objetivo de inspirar e mostrar a capacidade de profissionais trans que a ong Amigos da Vida lançou no dia 23 exposição fotográfica “Transformadas” no Hélio Instituto de Beleza, em Brasília.

Com fotos que remetem às capas de revistas, a designer de moda Kihara Rosa, a assistente social e assessora Paula Benett e a estudante de direito Melissa Massayury posaram para o fotógrafo João P. Teles e mostraram todo o seu trans girl power. Todas as fotos vem acompanhadas da trajetória profissional de cada uma. 

A produção é do stylist Marcus Barozzi e a beauty dos renomados cabeleireiros Helio Nakanishi, Ricardo Maia e Diego Cavalcanti.

O coordenador de marketing social da Ong, Pedro Alves afirma que a exposição pretende evidenciar o empoderamento das mulheres trans e também mostrá-las ocupando outros lugares, que não os que a sociedade impõe. “São mulheres que inspiram e que tem um papel profissional e social na sociedade de destaque. Isso mostra que é possível, mesmo em meio à transfobia, ter sucesso em seus projetos”, declarou.

Em conversa com o NLUCON, Paula Benett declarou que considerou o resultado incrível. E que espera que a exposição ajude na construção de novas perspectivas de empresas em relação as profissionais trans. Segundo Paula, ainda hoje existe resistência de muitos contratantes por conta da transfobia, o que leva muitas pessoas trans em situações de vulnerabilidade social e à baixíssima expectativa de vida de 35 anos. “Considero importante falar para as pessoas não desistirem dos seus sonhos, apesar das adversidades”, diz.
As modelos durante a inauguração da exposição

Paralelo a isso, Paula afirma que o ensaio ressalta a beleza e a identidade feminina das modelos, sem cair na tradicional sensualidade ou vulgaridade. “Passaram a imagem de empoderamento, como se fôssemos divas. O meu cabelo estava meio Greta Garbo (risos) e a foto remeteu à capa da Marie Claire. Acho que chegaram em um equilíbrio fantástico”, disse.

A exposição encerra neste domingo (28) no Hélio Instituto de Beleza. E deve entrar em outros espaços de Brasília em breve. Já houve solicitação para a exposição no 7º Congresso de Direito das Famílias (IBDFAM/DF) e da OAB do DF. Também houve o contato de outros fotógrafos para colaborar com a exposição. 

Veja as fotos:



Melissa Massayury: Estudante de Direito, 28 anos, formada pela Livre e Iguais/ONU Brasil como promotora dos Direito Humanos de pessoas LGBTI, participando do cenário político do Distrito Federal, atuando em mesas de debate, audiências públicas e projetos e assistência com foco em Garotas de Programa Trans em situações de vulnerabilidade.



Paula Benett: Assistente social, 36 anos, assessora especial da Coordenação de diversidade LGBT, representante da Rede Trans no Distrito Federal, primeira mulher trans a ser eleita Secretária Geral de um segmento no Partido Socialista Brasileiro. Poetisa/escritora e vencedora do prêmio orgulho LGBT 2016 por voto popular.



Kihara Rosa: Designer de moda, 34 anos, coach de passarela nas principais agências de modelo do Centro- Oeste, produtora maquiadora profissional a 15 anos no mercado fashion, sendo responsável pela make de celebridades como Grazi Massafera e Andressa Suita.


CAPACITANDO OUTRAS PROFISSIONAIS TRANS

Muito mais que apenas mostrar profissionais que estão inseridas no mercado formal, o projeto Transformadas também oferece cursos profissionalizantes com o objetivo de contribuir com essa inserção de profissionais trans no mercado formal de trabalho.

Os primeiros cursos já disponibilizados são o de Make Up Artist e Marketing Pessoal, m
inistrados por Kihara e Pedro, respectivamente. Ele conta com 12 alunas, que têm aulas aos sábados, das 9h ao meio dia, com total de 40 horas de aulas. 

Os cursos visam capacitar a aluna trans tanto profissionalmente quanto ensinar a elaborar um currículo e pensar de maneira empreendedora para se inserir no concorrido mercado formal de trabalho. "A iniciativa tem sido recebida com êxito e as meninas estão se dedicando bastante", afirma Pedro.
Algumas das alunas do projeto Transformadas

Parabéns pela iniciativa, às modelos homenageadas e boa sorte a todas as alunas!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.