Header Ads

Transserviços

Homem acusado de matar motociclista ao tentar atropelar travestis teve prisão preventiva negada



O homem que foi acusado de atropelar e matar um motociclista ao tentar atropelar duas travestis no Ceará foi condenado na terça-feira (20) a medidas cautelares, informou o Ceará News. Victor de Carvalho Alves, de 29 anos, não teve a prisão preventiva decretada e vai responder em prisão domiciliar.

Denunciado pelo Ministério Público, a Justiça determinou que, por ele ser réu primário, ter trabalho e residência fixos, ele deve permanecer em casa das 20h às 6h, não podendo sair de Fortaleza ou mudar de endereço sem aviso prévio. Ele deve ainda usar tornozeleira eletrônica, comparecer mensalmente à Secretaria da Justiça e não poderá dirigir qualquer veículo até o fim do processo.

Auricélio Lima morreu aos 55 anos
No caso que ocorreu em abril deste ano, Victor perseguia duas travestis na contramão da rua Antônio Augusto, em Fortaleza. Ele acabou colidindo e atropelando o motociclista Auricélio Lima Vieira, vendedor de 55 anos, que morreu pouco após ser socorrido. Um vídeo mostra o momento do impacto e mostra Victor fugindo e negando socorro.

Na versão do acusado, ele estava perseguindo as travestis, que seriam amigas de uma mulher cis que ele conhecia, porque elas teriam tentado assalta-lo. Após a colisão, Victor estacionou o veículo em um supermercado e fugiu. 

O filho do vendedor, Célio Leitão, declarou ao G1 que espera que a Justiça seja feita: “Ele invadiu a contramão e as imagens podem comprovar isso. Eu contratei um perito, que foi ao local e comprovou que o carro estava a mais de 80km/. Ou seja, quase o dobro do limite permitido. Para mim, foi um homicídio doloso. Ele tentou matar a travesti e matou o meu pai”.

A promotora Thelma Regina Braga, da Promotoria Única de Delitos de Trânsito de Fortaleza, afirma que embora a intenção de Victor tenha sido atingir as travestis, os índicios são suficientes para que o homicídio seja considerado doloso. "Ele tinha intenção de atingir as travestis e acabou atingindo o motociclista. Estava na contramação, provavelmente embriagado, evadiu-se e não prestou socorro à vítima. Todas as características de dolo", diz ao Diário do Nordeste.


Imagens mostram o momento em que Victor tenta atropelar as travestis e atinge o vendedor

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.