Header Ads

Transserviços

Travesti participa do programa Casos de Família, do SBT, e revela: “É todo combinado”


POR NLUCON

O programa Casos de Família, do SBT, continua abordando o tema “trans” – ainda que nem sempre de maneira respeitosa (lembre aqui). Porém, desta vez, uma das participantes travestis resolveu entregar o que acontece: seria tudo combinado.


Thalita Araújo participou do programa no dia 21 deste mês com o tema “Nasci mulher em um corpo de homem... e Adorooo, seu trouxa”. Nele, ela ficava sendo atacada por sua cunhada e por sua amiga – pessoas que, segundo ela, jamais a discriminam na vida real.

“O programa é todo combinado, foi toda uma encenação. Minha família, meus sobrinhos e a drag me amam, me aceitam de coração, sem preconceito algum. Referente a chamar de ‘ele’, foi tudo combinado. O bom do programa foi a parte da psicóloga (Anahí D'amico) informar a sociedade referente a transexualidade. O restante foi tudo um blábláblá sem proveito algum”, declarou.

Ela afirma que, apesar de saber que toda a encenação tenha rebaixado a “classe trans”, espera que tenha contribuído ao mostrar o que acontece em muitos espaços, além de ter falado sobre a hormonização e a transfobia familiar. “Queremos apenas ser aceitos pela nossa família e sociedade como pessoas e cidadãos normais na sociedade”, pontou, sem informar de quem partiu o interesse de encenar a história.



O SBT se pronunciou dizendo que a missão social do programa é muito clara e que todas as histórias são e devem ser reais. E que toda a seleção para participar do programa é feita por meio de entrevistas, não com detector de mentiras.

“Se no processo de seleção das histórias alguma pessoa inventa ou exagera um fato, mas todos os seus documentos de identidade, assim como os elementos que pertencem a essa história batem, dificilmente pode se comprovar que está criando essa história”, informou a assessoria.

Anteriormente, o programa apresentado por Christina Rocha exibiu vários participantes que participaram de uma história no Casos de Família e paralelamente articipou de outros programas do mesmo formato com outras completamente diferentes.

Assista ao programa: 


Um comentário

Anônimo disse...

Jura?! Não me diga!

Tecnologia do Blogger.