Header Ads

Transserviços

"A Força do Querer" vai mostrar preconceito e intimidação na rua contra homem trans


A novela "A Força do Querer", da TV Globo, vai abordar a violência transfóbica contra o personagem homem trans Ivana (Carol Duarte). O momento vai ocorrer logo depois que Ivana se entende enquanto homem trans, compra roupas consideradas masculinas e sai na rua. 

Após sair com boné, cabelo preso e roupas folgadas na rua, Ivana será cercado por vários homens cis, que o humilharão e o ameaçarão. “Ih, ó lá, aquilo é mulher cara”, dirá um. “Que sem-vergonhice é essa?”, questionará outro transfóbico.

“Deixa eu passar”, afirmará Ivana, que será cercado pelos agressores. “Aí, cadê a macheza?”, intimidará um deles. A travesti Elis Miranda (Silvero Pereira), que interpreta o motorista Nonato para trabalhar, vai chegar a tempo e interromperá o grupo: “Que covardia é essa?”. Ela será empurrada por um deles, mas partirá para cima, fazendo-os correrem.

Ivana ficará chorando: “Eu não fiz nada com eles nem estava olhando para eles. Vieram me agredir do nada”. Mas Elis pede para que ele fique calmo e que tem sorte de até aquele dia não ter sofrido nenhuma agressão na rua. “Sua aparência, esse visual masculino enfurece muitos idiotas”, concluirá.



Dentro de casa, Ivana irá sofrer com a rejeição da mãe, que ficará em estado de choque com o visual. “Você comprou essa roupa? É uma festa à fantasia, é isso? Você não vai sair desse jeito, você está ridícula Ivana. É para me agredir que você faz isso”.

Ivana não se importará e continuará o seu caminho. As cenas vão ir ao ar a partir do dia 4 de agosto.

Vale lembrar que cenas de transfobia já foram exibidas anteriormente com a personagem Elis Miranda. Aliás, as cenas foram inspiradas em casos reais de agressões e assassinatos de travestis no Brasil - dentre elas, Dandara do Santos. A cena que ocorrerá com Ivana também dialoga com o que acontece na realidade com a população de homens trans. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.