Header Ads

Transserviços

Para rebater proibição de Trump, Canadá convida pessoas trans a se alistarem nas Forças Armadas


POR NLUCON

Depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, declarou que vai aceitar nem permitir que pessoas trans se alistem nas Forças Armadas do país, os militares canadenses resolveram se manifestar a favor da população trans: eles disseram que as portas estão abertas.

Na conta oficial das Forças Armadas do Canadá no Twitter estava o recado: “Damos as boas-vindas aos canadenses de todas as orientações sexuais e identidades de gênero. Juntem-se a nós”.

Juntamente com o texto, foi publicada uma foto da Banda da Marinha Real Canadense desfilando nas comemorações do Dia do Orgulho LGBT, em Toronto. Ele também divulgada o link para um site do exército que informava oportunidades de trabalho nas Forças Armadas.

Vale dizer que no Canadá cerca de 200 pessoas trans estão nas Forças Armadas. E que o Departamento de Defesa do país pagou entre 2008 e 2015 um total de 19 operações de redesignação genital, tendo um custo total de 250 mil em 7 anos. Nos EUA, estima-se que há cerca de 2.500 militares trans, num efetivo de 1,3 milhão (consultoria Rand/ 2017).


DISCURSO DE TRUMP

Em seu anúncio feito nas redes sociais de quarta-feira (26), Donald Trump declarou que “o exército deve estar concentrado em vitórias decisivas e esmagadoras e que não pode ser prejudicado com gastos médicos e transtornos tremendos que transgêneros no Exército representariam”.

Porém a Associação Médica Americana defendeu que o custo financeiro teria um aumento de apenas 0,01 e 0,13 e que não há razão médica válida para incluir indivíduos transgêneros no serviço militar”.

“Indivíduos transgêneros estão servindo seu país com honra, e eles deveriam ter permissão para continuar fazendo isso (...) Nós deveríamos estar honrando seus serviços – não tentando encerrá-los”, diz a nota oficial. 

A medida, que ainda não se sabe quando entrará em vigor, reverte o acolhimento adotado em 2016 pelo ex-presidente Barack Obama. E mostra mais uma ação, movida pelo preconceito, contra os direitos básicos das pessoas trans.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.