Header Ads

Após denúncia, aluno trans tem nome social respeitado em faculdade de direito em Salvador


Por Neto Lucon

O aluno Victor Hugo Vilas Boas – que é homem trans - informou que a faculdade de direito Ruy Barbosa, em Salvador, Bahia, finalmente passou a respeitar seu nome social. A vitória pelo direito básico ocorreu um mês após Victor fazer uma denúncia pública.

+ "Nome Social é direito" é tema de campanha nacional

Em post no Facebook, Victor contou a novidade e agradeceu a todas as pessoas e veículos de comunicação que deram visibilidade ao caso e que contribuíram para a conquista.

“Consegui a alteração na lista de chamada, na biblioteca e nas áreas de atendimento ao aluno, o uso do meu nome social Victor Hugo Vilas Boas (...) Não estou sozinho! Nunca estarei! Consegui, ou devo dizer conseguimos exercer um pouco mais de respeito aos transexuais”, escreveu.

A luta pelo respeito ao nome social iniciou em 2016 quando ele conversou com os coordenadores sobre ser um homem trans e as especificidades do tratamento. Ele voltou a conversar em fevereiro precisou levar em abril um documento da Defensoria Pública do Estado solicitando o respeito ao nome social. O documento enviado baseado na lei de número 8.727, de 27 de abril de 2016. Porém, nada foi feito desde então.

Após o caso sair na mídia, a faculdade enviou uma nota dizendo que o nome social aparecia no sistema e garantiu que respeitavam a inclusão do nome social de alunos e professores. Porém, Victor fez um novo vídeo mostrando que o nome social não estava sendo respeitado em todos os espaços. “Tentei resolver de forma respeitosa, mas precisei me expor para que eles tentem fazer alguma coisa passem a usar meu nome social”. 

+ Aluno trans denuncia transfobia em faculdade de direito de Salvador

Que o direito seja assegurado a todos os demais estudantes e professores. E que Victor possa focar nos estudos, sem que esses entraves atrapalhem a vida acadêmica. 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.