Header Ads

Garotinho de 3 anos é barrado em Dia de Princesa na Disney; empresa pede desculpas


Por NLUCON

Após a mãe do garotinho Noah, de 3 anos, reclamar que ele foi impedido de participar do evento “Princesa por um Dia” na Disney, a empresa pediu desculpas a criança e aos pais, declarou que foi um "erro de comunicação" e garantiu que a entrada será de todas as crianças de 3 até 12 anos.

No caso, Noah queria participar da brincadeira vestido de Elsa (da Frozen) e a mãe, Hayley McLean-Glass, pretendia registrar o momento, imprimir e dar um álbum de presente de Natal. Porém, a criança foi barrada com a justificativa de que não é mulher.

A mãe escreveu uma carta aberta, repudiando terem barrado o filho e dizendo que ele está sendo barrado de ter as mesmas experiências que as meninas. “Nós gastamos uma pequena fortuna nos itens da Disney. Ele usa seu amado vestido Elsa o dia todo e até se recusa a retirá-lo na hora de dormir. Ele conhece todas as palavras da canção Let it go e todas as outras músicas de Frozen. Se existe algum superfã de Frozen, Noah é ele”.

Após a repercussão, a Disney enviou uma nota pedindo desculpas pelo ocorrido e dizendo que a “experiência é permitida para todas as crianças de 3 a 12 anos” e que o que ocorreu foram “informações erradas”. Na TV, um porta-voz disse que o caso está sendo levado muito a sério e pediu desculpas aos familiares. “Vamos garantir que isso não aconteça novamente”, disse o porta-voz.

Vale destacar que no site da empresa o “Princesa por um dia” é descrito no como uma oportunidade para “realizar o desejo de toda garotinha de ter uma maquiagem e cabelo de princesa, uma transformação de conto de fadas que elas valorização para sempre”.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.