Header Ads

Suspeito de assassinar a travesti Mirella de Carlo é preso em Belo Horizonte


POR NLUCON

A Polícia Civil prendeu o suspeito de ter assassinado Mirella de Carlo, travesti de 39 anos, que foi assassinada no dia 19 de fevereiro deste ano, em Belo Horizonte. A informação foi dada na quarta-feira (20). 

Com o inquérito em fase de conclusão, a polícia não deu detalhes sobre a prisão e não informou a identidade do suspeito. Uma coletiva de imprensa deve ocorrer após a finalização. 

No crime, Mirella foi encontrada morta em cima de sua cama, com sinais de agressão e com um pano amarrado no pescoço. Ela era natural de Aracaju e morava em Belo Horizonte no bairro Carlos Prates.

Após o assassinato, amigos, ativistas e militantes fizeram uma manifestação no centro de BH cobrando a apuração do caso. Nas redes sociais, sobretudo em páginas em que Mirella participava, diversas pessoas repudiaram a transfobia.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.