Header Ads

Travesti Bárbara Mendes, de 25 anos, é assassinada em João Pessoa; suspeito é preso


Por NLUCON
Imagem: Walter Paparazzo

A travesti profissional do sexo Bárbara Mendes, de 25 anos, foi assassinada a tiros no sábado (21), no Centro de João Pessoa. O principal suspeito é o segurança Vandinaldo Rocha do Nascimento, conhecido como Zominho, que foi preso na terça-feira (24).

O suspeito seria cliente de Bárbara e disparou às 21h vários tiros quando ela saía do seu carro. Ela foi baleada na Rua Monsenhor Sabino Coelho, correu até a Rua Desembargador José Peregrino e caiu.

Testemunhas acionaram socorro, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local, mas a vítima não resistiu.

Zominho foi preso três dias depois nas Cinco Bocas, em Mandacaru, nas proximidades de uma casa de shows. Para a esposa cis, ele havia admitido ter cometido o crime, mas não confessou se relacionar com ela há bastante tempo. Justificou o crime como defesa a um assalto supostamente cometido por Bárbara.

Porém, a polícia civil está com material em que mostra várias fotos dos dois juntos, além de um vídeo que comprova o momento em que Zominho dispara tiros contra Bárbara. 



Miquéias, irmão da vítima, declarou ao jornal Bom Dia PB, que trata-se de um crime por preconceito. "Infelizmente vai ser mais um crime que vai acontecer e que nada vai ser feito. Justiça só tem quando é para prender pobre, favelado e negro. 


Vídeo:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.