Header Ads

Bolsonaro é condenado a pagar 150 mil por dano moral coletivo à população LGBT


Por NLUCON

O deputado federal Jair Bolsonaro foi condenado a pagar R$ 150 mil por dano moral coletivo à população LGBT. O julgamento em segunda instância ocorreu na 6ª Vara Cível, do Rio de Janeiro.

A ação foi ajuizada pelo Grupo Diversidade Niterói, Grupo Cabo Free de Conscientização Homossexual e Combate à homofobia e Grupo Arco-Íris de Conscientização após declarações do parlamentar ao extinto programa CQC, da Band.

No programa exibido em 28 de março de 2011, Bolsonaro declarou que não teria um filho gay, porque seus filhos tiveram “boa educação” e porque "foi um pai presente". Também declarou que não participaria de um desfile em prol dos direitos LGBT porque não promoveria “maus costumes”, “acredita em Deus e na preservação da família”. 

Bolsonaro já havia sido condenado em 2015, mas apelou e agora a condenação foi mantida.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.