Header Ads

“Gorda não é palavrão”; o livro empoderado de Fluvia Lacerda


Por NLUCON

Modelo brasileira que faz o maior sucesso na moda plus size, Fluvia Lacerda acaba de lançar o livro “Gorda Não é Palavrão” – como ser feliz gostando do seu corpo como ele é. Na obra, ela conta um pouco de sua história e ajuda a empoderar diversas mulheres na luta contra a gordofobia (o preconceito recorrente contra pessoas gordas).

É possível perceber, por exemplo, a difícil luta de se encontrar roupas bonitas e confortáveis para pessoas gordas, de como o preconceito acaba norteando várias experiências. E de como as mulheres não devem abaixar cabeça para as intimidações.

“Fui com minha tia, que precisava comprar um presente para uma amiga, a um shopping em São Paulo. Enquanto estava ao celular, fui mexendo nas peças de uma loja. Me dirigi a uma das vendedoras: ‘Oi! Você tem outras estampas deste modelo aqui?’. Ela nem se deu ao trabalho de me cumprimentar e disse: ‘Não temos seu manequim nesta loja’. Respondi na lata: ‘Acho que você não me ouviu bem. O que eu perguntei foi se tem outras estampas dessa aqui, não se tem meu tamanho. Eu tenho dinheiro para gastar nesta loja. E não é pouco. Mas vocês perderam a oportunidade de vender porque são preconceituosas”, diz um dos trechos.

Fluvia defende que nos dias de hoje, que muito gente quer ser aceita, sobretudo nas redes sociais, é preciso combater o preconceito e propagar o orgulho de ser quem é. “Sou gorda e não desrespeito ninguém. Por que preciso explicar que minha saúde está bem? Por que preciso justificar coisas que nenhuma modelo magra precisa? Ninguém pergunta a elas sobre consumo de drogas para emagrecimento. Quantas vezes trabalhei com mulheres que desmaiavam de fome? Que usavam remédios loucos para manter o apetite sufocado? Que sequer tomavam água para evitar o inchaço? ”.


A modelo diz que arma contra o preconceito não deve ficar apenas no discurso, mas na ação. “Nada adianta apenas criticar, ou ficar sentado reclamando do bullying que sofreu, ou de como a vida é dura, de como os outros tornam as nossas empreitadas difíceis. É preciso fazer algo. E essa é a minha postura. Sempre. O meu caminho é no sentido de tentar construir coisas novas, promover mudanças”.

Vale destacar que Fluvia é brasileira, mora em Nova York, tem sucesso na moda plus size comparado à de Gisele Bündchen e chegou a posar para a revista Playboy na capa de dezembro de 2016.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.