Header Ads

Paula Benett é eleita a pessoa “LGBT mais Influente do Distrito Federal”


Por NLUCON

A assistente social, servidora e militante dos Direitos Humanos, Paula Bennett foi eleita na noite de segunda-feira (20) a pessoa “LGBT mais Influente do Distrito Federal”, na cerimônia que ocorreu na Câmara Legislativa. A escolha foi feita por meio de voto popular.

É a primeira vez que uma mulher trans vence a categoria no Prêmio Orgulho LGBT, que foi presentado pela artista Leonora Áquilla.

Mais de 300 convidados prestigiaram o evento, dentre eles a Coordenadora Nacional LGBT Marina Heidel, o Coordenador de Diversidade LGBT do DF, Flávio Brebis, e a ativista trans Melissa Massayuri, que venceu na categoria “Ativismo”.

Paula também é gestora, conselheira no Conselho da Mulher e atual Secretária do Segmento LGBT Socialista do Distrito Federal. Está sempre envolvida em atividades e projetos em prol das pessoas LGBT. Dentre elas, a criação do Jardim Marina Garlen, em memória da artista e militante travesti que morreu em 2016, e a criação do ambulatório trans.

Neste ano, ela chegou a ser fotografada para a série “Transformadas”, do fotógrafo João P. Teles, que mostra travestis e mulheres trans em espaços de poder. Ela também ganhou uma ilustração das Organizações Unidas (ONU) para o projeto “Livres e Iguais”. Paula também é escritora e poetisa e prepara um livro com muitas reflexões artísticas e políticas.


Leonora Áquilla, Flávio Brebis e Paula Benett

O prêmio foi idealizado por Maurício Martins e realizado pela entidade JUDIH. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.