Header Ads

Procuradora inocenta Casos de Família das acusações de homofobia e transfobia


POR NLUCON

O programa Casos de Família, apresentado por Christina Rocha no SBT, foi inocentado das acusações de que faz apologia à homofobia, transfobia e violência doméstica. A investigação ocorria desde que a Procuradoria da República do RJ, SP e Osasco instauraram um inquérito.

O processo foi arquivado pela procuradora Melina Tostes Haber, que, embora reconheça que a atração tenha chegado ao mau gosto algumas vezes, teve como base o princípio de liberdade de expressão do programa, que é previsto em lei.

“Manifestações como a que ora se examina devem ser toleradas, desde que não afrontem a lei e se insiram na esfera da liberdade individual. Pensar de forma diversa implicaria, na prática, conferir ao Ministério Público Federal o papel de censor da mídia”, declarou a procuradora.

Ela julgava dois programas apresentados em 2013 com denúncias de homofobia e transfobia. E também o programa apresentado no dia 16 de junho de 2014, quando um homem praticou violência doméstica contra uma mulher grávida. De acordo com as investigações, a apresentadora teria sido conivente com o que ocorreu.

A procuradora declarou que, pelo fato de os programas terem ocorrido há mais de três anos, qualquer medida educativa ou repressiva depois de três anos não teria impacto. Melina também declarou que a forma como as temáticas são apresentadas de forma polêmica é justamente para causar conflitos no ar. E destacou que desde a denúncia o programa passou a ter mais participações de psicólogas, advogadas e especialistas para mediar os conflitos.

Vale lembrar que dentre os casos históricos envolvendo a população LGBT, uma mãe declara que mataria o filho com veneno de rato caso descobrisse que ele é gay. Em outro, a apresentadora Christina Rocha e a plateia desrespeita diversas vezes a identidade de gênero de uma mulher transexual e coloca em xeque. Recentemente, todavia, Christina combateu o discurso de uma mulher que declarou que o irmão é doente e tem o diabo no corpo por ser gay.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.