Header Ads

Vendedora trans Karen Verônica reproduz visual de Cyndi Lauper para apoiar campanha contra a psoríase


Por NLUCON

Quem via a restauradora e vendedora de discos de vinil Karen Verônica, mulher trans de 35 anos, com os cabelos longos e uma cor discreta se surpreendeu neste mês. Ela fez um corte radical e pintou de rosa. O motivo: apoiar Cyndi Lauper, 64, no projeto sobre psoríase.

A psoríase é uma doença comum na pele que causa vermelhidão, escamação e irritação. A cantora foi diagnosticada em 2010 e fez parceria com a National Psoriasis Foundation e Novartis Pharmaceuticals para a campanha "I'm PsO Ready".

"Ela também divulgou uma música chamada Hope, que por sinal é muito linda.. A música e o clipe alertam as pessoas sobre a doença. Como ela enfrentou a doença, tive a atitude de homenageá-la", afirmou Karen, que diz ser fã de Cyndi e de Madonna desde criança.

Karen diz que teve uns "cinco minutos" e logo foi ao salão de um amigo e mostrou algumas fotos da Cyndi. "Ele ficou apavorado com a atitude, pois o sonho de grande parte das mulheres é manter os cabelos compridos e com uma cor discreta. Chegando em casa, comprei um tonalizante e fiz essa arte".

Ao divulgar as fotos nas redes sociais, a vendedora contou com a surpresa, estranhamento e elogio. "No começo muitas amigas estranharam, mas depois acharam até legal. A maioria das trans tem cabelos compridos e querem reproduzir o estereótipo de beleza, mas eu sempre fui muito radical".



Ela já tinha feito algo semelhante em 1993, quando Madonna veio ao Brasil pela primeira vez. Karen cortou os cabelos e descoloriu igualzinho ao da artista na época.

A restauradora diz que ainda não teve a oportunidade de conhecer pessoalmente suas ídolas e que não sabe se Cyndi chegou a ver a homenagem. "Eu adoraria que ela soubesse. Como fã, seria o máximo", disse. Para ela, o mais importante é demonstrar apoio e falar sobre o assunto, que atinge cerca de 7,5 milhões de pessoas só nos EUA.

Assista ao clipe: 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.