Header Ads

Famílias declaram amor aos seus filhos e filhas trans e emocionam em campanha



Por Neto Lucon
Vídeo: Alce Films / REPPAT


A Rede Paraense de Pessoas Trans (REPPAT), em parceria com a Alce Films, produziu e divulgou um vídeo em alusão ao Dia Nacional da Visibilidade Trans, que ocorre no dia 29 de janeiro. O trabalho mostra relatos de pais e mães de filhos e filhas trans e travestis.

Com o tema “Família que acolhe TRANSforma o preconceito em amor”, a campanha se atenta aos casos de famílias que expulsam seus filhos e filhas trans e mostra que o melhor caminho é o respeito, a informação e o acolhimento.

O vídeo mostra pais e mães dizendo quando souberam que tinham filhos e filhas trans, o processo de aceitação, o medo da transfobia e a o amor insubstituível. “No começo a gente não aceita... Hoje é o amor que eu tenho no meu coração, nasceu daqui”, disse uma das mães. Outra disse: “Você é o melhor filho que eu poderia ter”.

Para Isabella Santorinne, representante da Rede Paraense de Pessoas Trans, foi maravilhoso saber o por meio da campanha quanto é amada pela mãe. “Poucas vezes ouvi um ‘Eu te amo’ dela e, quando ela disse isso olhando nos meus olhos, não me segurei e desabei em pratos. Mas as lágrimas eram de felicidade e orgulho em saber que minha mãe nunca irá me desamparar. E que sempre que eu precisar ela estará ali para me abraçar e me acolher”.

Isabela diz que sabe que infelizmente nem todas as famílias são assim, mas que acredita na construção de novas histórias. “Quando fiz minha transição, minha mãe não aceitava de nenhuma forma. Mas depois conversei com ela e mostrei que o fato de eu ser trans não mudaria meu caráter e a minha forma de amá-la. Hoje em dia sou aceita e respeitada por ela”.

Rafael Carmo, representante da Rede Paraense de Pessoas Trans, afirma é muito mais difícil sobreviver às opressões do cotidiano quando não se tem o apoio familiar. O filho ou filha fica sujeito às diversas vulnerabilidades, violações e até mortes. “A gente está querendo conscientizar a família e dizer que o filho ou a filha é um ser humano como um qualquer. O que realmente queremos é o amor e o carinho da nossa família para a gente poder expressar a felicidade que há dentro da gente”.

Assista ao vídeo:



Acesse a página da Rede no Facebook clicando aqui
Acesse a página da Alce Films no Facebook clicando aqui

Acesse o Instagram da Alce Filmes clicando aqui

AÇÃO NESTE DOMINGO

Neste domingo (28), às 8h da manhã, véspera do Dia Nacional da Visibilidade Trans, ocorrerá na Praça da República (coreto principal), em Belém, o ato para as famílias e de conscientização contra a transfobia, com o mesmo tema da campanha.

Haverá exposição de produções artísticas de pessoas trans, como recital de poesias, exposição de desenhos e poemas. Haverá ainda um bazar cuja rende será revertida para a ONG, que realiza trabalho de prevenção e conscientização. 

Venha e traga a sua família para somar nesta causa!

Vale dizer que a Rede Paraense de Pessoas Trans - REPPAT é uma ONG de pessoas travestis, mulheres transexuais e homens trans sediada no Município de Belém (PA), possui histórico de luta pelos direitos da população trans e pela implementação de políticas públicas que garantam a cidadania a essa população.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.