Header Ads

MC Dellacroix diz que sua música é "grito para que a travesti negra e da periferia ocupe outros espaços"


Por NLUCON

A abertura da Semana da Visibilidade Trans da “Casa 1”, em São Paulo, começa em grande estilo. Nesta terça-feira (23), às 20h, se apresentam MC Linn da Quebrada, Jup do Bairro, DJ Pininga e Mc Dellacroix.

+ Saiba a programação da Casa 1 na Semana da Visibilidade Trans


Em conversa com o NLUCON, MC Dellacroix afirma que está muito feliz com o convite, com a programação repleta de “manas” e que sua arte irá fazer o público, não só mexer a raba, mas também informar e colocar um corpo travesti em evidência.

“Eu grito a necessidade de uma travesti preta da periferia continuar ocupando outros espaços que até então não eram destinados a mim e continuar gerando informação através dos questionamentos que o meu corpo causa na sociedade”, afirma.

MC Dellacroix faz do rapper o seu grito contra a transfobia, contra as violações de ser uma travesti, negra e periférica e faz da arte a sua própria representatividade. Recentemente lançou o single Quebrada, com parceria do projeto internacional Brazilian Spring, no qual a artista é porta-voz no Brasil.

Para o pocket show, ela afirma que ele será totalmente diferente do que faz há um ano e do que fez há um fim de semana no aniversário da Jup. “Estou com um repertório totalmente novo que faz a divulgação de algumas músicas novas que vão estar presentes no meu primeiro trabalho completo em estúdio”. A previsão é no final do primeiro semestre de 2018.

A apresentação conta ainda com Jup do Bairro e MC Linn da Quebrada, que apresentam música de resistência e de questionamento aos paradigmas sexuais, de gênero e de corpo. Linn se considera, por exemplo, bixa, travesty, preta e periférica. Também se considera atrox, bailarinx, performer e terrorista de gênero. Seus sucessos vão desde Enviadescer, Necomância, Bixa Preta, ao novo álbum Pajubá.

O show começa logo após o workshop de discotecagem, com a DJ Ledah Martins (às 16h), e a mesa “Identidade Trans e Negritude”, com Erika Hilton, Fernanda de Moraes e João Henrique Machado (às 19h). Não perca!

As atividades são gratuitas e aberta para todos e todas, sendo necessário a chegada 30 minutos antes para a participação, sujeita à lotação do espaço. O Galpão Casa 1 está localizado na Rua Adoniran Barbosa, 151, Bela Vista.

Prepare-se para o fervo:



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.