Header Ads

Omy Perdomo é a primeira mulher trans a jogar na elite do vôlei espanhol


Por NLUCON

Se Tifanny Abreu está fazendo história no vôlei brasileiro, na Espanha uma jogadora de vôlei transexual também está abrindo caminhos. Omy Perdomo, de 18 anos, jogou pela equipe CCO 7 Palmas na estreia da Liga Iberdrola, a elite do vôlei espanhol, no último domingo (04).

É a primeira mulher transexual espanhola a jogar na primeira divisão de um esporte olímpico. E a estreia foi muit boa: 3 sets a 0, na 19º rodada do campeonato.

"É uma conquista pessoal muito grande depois de oito anos no vôlei e me sinto orgulhosa de ter conseguido. Tinha confiança de que neste ano pudesse estrear na elite porque sou uma pessoa que, quando quero algo, acabo conseguido. Mas esta convocação foi inesperada", afirmou à imprensa após a partida.

Até então, Omy jogava pela equipe B e ainda está se adaptando à equipe principal. "Ela é uma jogadora que não está acostumada a este nível e esteve um pouco perdida na quadra, mas ao final fez muito bem o que pedimos", declarou o técnico Alberto Rodríguez, que contou que pediu que ela "se divertisse" durante a partida.

No jogo, a atleta entrou no segundo set e fez o último ponto, fazendo o time vencer por 25 x 16. Ela reconhece a pressão. "Fiquei mais nervosa dentro do campo do que quando ia entrar, mas minhas parceira me fizeram sentir muito bem, e posteriormente me felicitaram por minha estreia", contou.

O técnico afirma que ainda falta muito trabalho e que quando ela estiver no nível adequado irão subi-la definitivamente à primeira equipe. Boa sorte!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.