Header Ads

Acusado de assassinato de travesti Laura dos Santos é absolvido em júri por ameaçar testemunha com faca no MS


Por NLUCON

Jackson Ferreira de Brito Oliveira, de 21 anos, foi absolvido no dia 12 deste mês pela 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande pela tentativa de homicídio contra o cunhado, Atairço. A vítima de 50 anos era testemunha do caso envolvendo o assassinato da travesti Luana dos Santos Rosa, em 2016, em que Jackson é réu.

Em depoimento, Atairço afirma que após participar da audiência, no dia 26 de julho de 2017, Jackson teria ligado para o filho e dito: “Avisa o seu pai, esse cagueta, que eu estou saindo agora do Fórum, e vou descer aí para matá-lo”. Durante a própria audiência, ele havia xingado o cunhado na frente do juiz. 

A vítima foi trabalhar normalmente em seu bar, no Bairro Morada Verdade, quando o réu teria chegado e dito: “Eu acabei de chegar do Fórum, eu estou desamarrado agora, mas você não tem nem mais meia hora de vida”. Após 10 minutos, ele teria voltado com uma faca de cozinha, mas foi impedido pelo filho da vítima, que usou um pedaço de madeira para golpeá-lo nas costas. Ele foi preso pela Policia Militar com a faca em mãos.

No julgamento, Jackson negou que foi ao local para matar o cunhado. Ele disse que teria ido para perguntar sobre uma suposta venda de um imóvel e disse que só adquiriu a faca após ser golpeado pelo sobrinho.

Segundo o site Mídia Max, o Promotor de Justiça declarou que as provas obtidas eram insuficientes para afirmar que o réu tentaria matar a testemunha com uma faca. O autor, que cumpria prisão preventiva em razão de que o processo era decorrente de outro, teve a absolvição decretada pelo juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida, titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri.

O crime contra Luana ocorreu no dia 24 de junho de 2016. Ela foi morta a facadas na região do Coronal Antonino, nas proximidades do Cemitério do Cruzeiro. Luana foi encontrada por uma amiga caída no chão com golpe de faca no abdômen. Jackson ainda não foi a júri pelo assassinato.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.