Header Ads

"Precisei ter barba para ser respeitado" - por Cristopher Fawkes


Por Cristopher Fawkes*
Foto: Rafael Correa (Projeto Tupiniqueers)


Precisei ter barba para ser respeitado. Nesta reflexão não me refiro ao CIStema e sim ao preconceito incluso dentro do meio trans. 

É comum encontrar pessoas trans ainda não hormonizadas (Pré T) ou com pouco tempo em tratamento hormonal sofrendo algum tipo de repreensão ou sendo ainda motivos de piadas por outros trans que já estão hormonizados por anos, os considerados “passáveis”, pelo simples motivo de não terem a aparência correspondente ao gênero.

Eu mesmo passei por isso algumas vezes, outros trans não me respeitavam antes da Testosterona. Apesar de já estar a mais de um ano em uso de testosterona sinto que estou engatinhando na minha transição, afinal grandes mudanças levam tempo, mas é nítido que depois que minha barba começou a crescer ganhei mais respeito no meio.

Isso é ridículo, só agora?

Tem muitos casos de trans que não podem fazer uso de hormônios por diversos motivos como: saúde, família ou condições financeiras… etc. E desde quando aparência define quem é mais trans e quem é menos? Isso não existe.

Você que já se hormoniza, muitas vezes, é visto como exemplo, muitos te acompanham nas mídias sociais porque querem ser como você. Então não seja um babaca! Lembrem-se todos os dias do começo da sua jornada, das dúvidas, dos medos, da ansiedade…

Lembra-se da euforia de aplicar a primeira dose? De como cultivou os primeiros pelos no queixo? Da primeira prótese? De como fazia comparações com fotos todas as semanas procurando as mudanças? Tudo isso faz parte da transição, é um momento único, logo todas as mudanças serão apenas lembranças, aproveite cada momento.

Respeite o próximo, juntos somos mais fortes!

* Cristopher Fawkes, 25 anos, é estudante de Gestão Empresarial e artista.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.